Senado aprova controle da web: será o fim da privacidade?



O Senado aprovou ontem (09/07) um projeto de lei para o controle da internet brasileira.

O projeto, feito pelo senador tucano Eduardo Azeredo torna crime passível de multa e prisão invadir redes privadas, falsificação de dados eletrônicos, manutenção online de arquivos pedófilos, furto de senhas e dados e acesso, sem autorização, a conteúdos protegidos.

Este último item é o mais polêmico, pois abre uma brecha para, por exemplo, punir quem troca arquivos online (Torrent, ED2K, …)

Para ser aprovado como Lei, o projeto deve passar ainda pela Câmara e, se for aprovado lá, o presidente Lula decidirá se sancionará a lei, ou não.

É o fim da nossa privacidade na internet, ao invés de criarem leis bobas como essa tinham era que fazer isenção de impostos para softwares, música e filmes no Brasil, isso faria com que o lucro das empresas crescessem, com os usuários comprando softwares, músicas e filmes legalmente por um preço totalmente justo (para que um DVD custar R$ 35,00 reais (ou até mais) se o pessoal não compra? Para que o Windows custar R$ 500,00 reais? É um ABSURDO!).

Só falta agora aplicarem censura na internet.




6 Comentários em “Senado aprova controle da web: será o fim da privacidade?”

  1. Walmar Andrade 11 julho 2008 at 9:46 #
    O problema não está na redação da lei. Se é conteúdo protegido e nós baixamos sem autorização, é crime. Não importa se tem um motivo justo ou não, continua sendo uma infração a lei.
  2. Amilton 14 julho 2008 at 16:04 #
    Também publiquei um artigo no meu blog sobre isso! Tanta coisa para eles votarem, como segurança por exemplo, e agora querem monitirar a internet! É demais!!!

Deixe um Comentário