Microsoft processa empresa por usar suas marcas para registrar domínio



microsoft_320x201.jpg

A Microsoft processou a empresa que registra domínios na web, Red Register, sob a alegação de uso ilegal das marcas registradas da Microsoft.

No processo, a Red Register é acusada de roubar 125 nomes de domínio, todos “confusamente similares às marcas da Microsoft” para gerar lucro por meio de anúncios online.

A prática é conhecida como typosquatting e consiste no uso de palavras que se pareçam com o nome original de uma empresa, se aproveitando de erros de digitação dos usuários.

Nestes sites, os internautas podem ser levados a clicar em anúncios “porque a pessoa acha mais fácil fazer isto do que continuar a busca por um site da Microsoft, ou simplesmente porque acha que a Microsoft autorizou a publicidade”, afirma o documento.

A Red Register possui domínios como windowslivecare.com, msnmesnger.com e ageofmathology.com, diz a Microsoft, que quer controlar os sites e pede à corte que multe a Red Register por danos não especificados.

Apesar de os domínios estarem atualmente registrados para a empresa Versata Software, eles foram anteriormente registrados para a Red Register e a Microsoft alega no processo acreditar que as informações atuais de registro da Versata são falsas.

Recentemente, a Dell processou empresas por usarem seu nome em mais de 1.100 domínios.

Nos últimos anos, a Microsoft iniciou processos similares por empresas registrarem domínios com sua marca.

Por IDG Now!




Deixe um Comentário