Ocorre hoje leilão de freqüencia para rede 3G



3-x-series-n73-skype-2_250x333.jpg

Uma nova tecnologia vem aí: 3G. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) realiza nesta terça-feira (18) a licitação das faixas de freqüência destinadas aos celulares de terceira geração. Na prática, a inovação vai permitir que duas pessoas conversem e se vejam através de uma ligação telefônica. Parece ficção científica, mas é a próxima geração do celular.

A tecnologia 3G é novidade no país, porém, ela já tem mais de 200 milhões de usuários nas ruas de Tóquio, Seul, Londres, Helsinky, Nova York, entre outras cidades pelo mundo. O Brasil é a próxima fronteira.

A velocidade de conexão à internet é a principal vantagem da tecnologia 3G. Com ela, o celular irá acessar a rede com a mesma rapidez de um computador conectado à banda larga. E, com a velocidade maior, as operadoras vão poder oferecer novos serviços.

“Espera-se que as taxas variem entre 256 k e 1 MB. É o suficiente para o usuário acessar uma série de aplicações de áudio, vídeo, conteúdo”, diz o analista Alex Zago.

R$ 2,8 bilhões

Nove operadoras disputam 36 lotes de freqüências em 11 áreas de atuação, cuja operação deverá ser leiloada por um valor próximo do preço mínimo: R$ 2,8 bilhões.

As regras da licitação exigem que, em dois anos, todas as cidades com mais de 500 mil habitantes estejam cobertas pela nova tecnologia. Em quatro anos, as cidades com mais de 200 mil moradores. Em cinco, metade dos municípios com população entre 30 mil e cem mil habitantes; e todos, com mais de cem mil. E em oito anos, pelo menos 60% das cidades com

Por G1




Deixe um Comentário